Design - As tendências para 2019

Design - As tendências para 2019

2019 aproxima-se e com ele novas mudanças ao nível de design. Deixamos alguns pontos sobre as tendências que marcaram 2018 e a sua evolução para 2019.

MOBILE-FIRST
Agora é oficial: há mais pessoas a navegar em sites a partir de dispositivos móveis do que em computadores. Em 2018, vimos o aumento de microinterações (conhece o famoso Ctrl+C e Ctrl+V para copiar e colar? Isso já é uma microinteração. O simples fato de poder aumentar ou diminuir o volume do seu smartphone através de dois botões físicos na lateral, é uma microinteração), menus expansíveis e ícones personalizados. Esta tendência não irá mudar, mas apenas ganhará força. Em 2019, não precisará mais de um site que seja apenas responsivo; mas sim um que seja mobile-first

TEMPO DE CARREGAMENTO
Este ponto é um pouco controverso. Muitos especialistas acreditavam que sites minimalistas e limpos ocupariam a Internet devido à sua alta velocidade de carregamento. Mas isso não aconteceu. Ao invés, as novas tecnologias estão a adaptar-se ao conteúdo de vídeo e fotográfico para as necessidades da era mobile-first. Em 2019, designers e programadores continuarão um compromisso entre designs criativos de Java, conteúdo original full-width e tempo de carregamento reduzido. 

CHATBOTS
Os sites de comércio eletrónico precisarão de mais ferramentas para potenciar a conversão, e os chatbots provaram ser uma maneira eficaz de o fazer enquanto apoio à compra. Em 2019, a experiência de compra online ganhará maior personalização com mais tecnologias de IA sofisticadas. Assim, em 2019, veremos chatbots mais inteligentes e interativos nos principais sites de comércio eletrônico. 

FLAT E NOT-SO-FLAT
O flat design, como uma estética do website, está connosco desde 2017 e está aqui para ficar. Os donos da web adoram um design plano para uma melhor experiência móvel e maior pontuação de SEO. Designers e usuários desfrutam de layouts uniformes, imagens bonitas e brilhantes e muitos espaços em branco. A filosofia de flat design sugere que um site com menos imagens pode ser tão impressionante quanto seu análogo de carregamento lento. 

ELEMENTOS FLUTUANTES
Em 2019, os designs de sites desafiarão a gravidade. Essa tendência não é completamente nova: todos nos lembramo de que os layouts caóticos já eram tendência em 2018. No ano que vem, veremos muitos elementos interativos a surgir aqui e ali, a mudar formas e à espera de um cursor a pairar sobre eles. As composições abertas também serão o fluxo principal do web design em 2019. Portanto, prepare-se para ver os designers a abandonar as bordas e deixando elementos 3D interativos a flutuar nas páginas.

GEOMETRIA
Assim como as cores, as formas podem ser usadas para comunicar ideias. A geometria atua como um compromisso entre o minimalismo harmonioso e a experiência assimétrica quebrada. Ambos serão populares em 2019. As formas podem adicionar equilíbrio ao designs. A geometria está presente em diferentes elementos: botões, quadros ou ilustrações. Cada forma traz associações específicas e tem seu próprio significado. Quando usados com sabedoria, as formas podem tornar-se elementos-chave do design de um site.

FUNDOS EM VÍDEO
Os fundos em vídeo são um pouco menos populares agora, do que eram em 2016 devido à maior importância da velocidade de carregamento. No entanto, em 2019, vamos ver a evolução da integração de vídeo no web design. Isso porque os planos de fundo com vídeos – comprovadamente – aumentam as conversões de websites. Se capturarem a atenção dos espetadores, eles vão ficar a assistir. Uma das vantagens é poder contar a história da marca sem usar uma única palavra. 

ASSIMETRIA
O amor pela assimetria começou em 2018 e permanecerá em 2019. As linhas guia foram usadas para ajudar a adicionar conteúdo ao site de forma alinhada e consistente. Os layouts feitos com blocos parecem simétricos e estruturados. Essa previsibilidade facilita o consumo de informações. No entanto, a nova tendência de usar redes assimétricas e criar uma experiência “quebrada” para o visitante está no seu auge agora. Designers colocam módulos de conteúdo, cores e texturas para obter um efeito de profundidade. Esse dinamismo ajuda a envolver os visitantes e enfatiza as seções mais orientadas a conversão do site. A propósito, ter uma estrutura assimétrica não é o mesmo que não ter estrutura alguma. Sites descuidados ainda estão fora de tendência.

TIPOS DE LETRA EXPRESSIVOS
Tipos de letra a negrito têm balançado o design já há algum tempo. Além disso, vemos muitos outros tipos como ruined, messy, 3D-filled ou cropped. Texto maior e fontes em negrito definem a atmosfera do site e criam destaques. Limpos e minimalistas, compensam a complexidade de layouts e animações usados no mesmo design. Por sua vez, os tipos manuscritos adicionam uma sensação acolhedora e encantadora ao site. São usados em combinação com elementos de esboço, ilustrações semelhantes a desenhos animados. Em 2019, vamos vê-los em negrito, expressivos e assimétricos. 

IMAGENS DANIFICADAS E EM CAMADAS
A tendência geral de desconstruir tudo – desde backgrounds à tipografia inclui experimentar com fotos. O que seria impensável há alguns anos, como uma foto de uma personagem danificado na página inicial – será visto em muitos sites em 2019. Não só os web designers danificam e distorcem as imagens, como também escrevem sobre elas e colocam todos os tipos de elementos em fotos para adicionar complexidade. Elementos sobrepostos e distorcidos ainda estarão em tendência em 2019.

CORES DREAMY
Em 2018, vimos muita cor no web design, e a tendência veio para ficar. As cores vivas são usadas em designs planos mais tradicionais ou em layouts mais profundos. As paletas de arco-íris e os tons pastéis suaves e profundos serão igualmente populares. Sempre que possível, os designers vão distanciar-se das cores tradicionais para equivalentes, mas mais brilhantes ou mais profundas. Ao mesmo tempo, paletas claras usadas em combinação com cores mais vivas e elementos animados vão ser a tendência. 

OBJETOS 3D
Nos últimos dois anos, o uso de elementos 3D em web design tornou-se uma prática comum. Em 2019, os designers estarão integrando objetos 3D em layouts complexos em camadas, tornando-os interativos. A linha entre objetos reais e seus análogos 3D é mais turva do que nunca. Além disso, elementos 3D dinâmicos movem-se mais e mais naturalmente para criar uma experiência orgânica suave. Materiais naturais e formas redondas inspirarão mais e mais designers 3D em 2019.