Programa Indústria 4.0

Estudos indicam que em 2020 a percentagem de empresas a lançar iniciativas de transformação digital será de 50%

Mais de 120 empresas (dos mais variados setores) foram inquiridas com o objetivo de compor um conjunto de medidas e recomendações a implementar no tecido empresarial português. Surge assim o Programa Indústria 4.0. que visa preparar o país para a digitalização da economia, sobretudo ao nível do setor industrial, e que resulta de meses de entrevistas, workshops e audições por parte de um comité estratégico.

Pretende-se uma transformação digital da economia, com os diversos intervenientes a comunicar e cooperar entre si através de “sistemas ciber-físicos” inteligentes e interligados, originando mudanças disruptivas nos modelos de produção e negócio.

Algumas das principais medidas deste programa (das 60 definidas) são as seguintes:
– Vale Indústria 4.0 – Apoios de 7.500€ num total de 12 milhões a serem distribuídos por mais de 1500 PMEs. Visa promover investimentos em projetos no âmbito do desenvolvimento de comércio eletrónico e marketing digital, de forma a potenciar uma mudança de paradigma do modelo de negócio tradicional;
– Formação digital – formação em novas tecnologias ministrada a ativos permitindo suprir carências de técnicos especializados e criar de novas oportunidades de emprego via obtenção de novas competências;
– Planos de formação de grandes empresas em cooperação com as PMEs de forma a estimular a inovação.
– Política de vistos dirigida aos trabalhadores estrangeiros mais qualificados, concedendo-lhes melhores condições e maior proteção;
– Participação de comitivas nacionais nas principais feiras mundiais da área tecnológica;
– Reedição do projeto “Pense Indústria – Nova Geração” nas escolas básicas e secundárias, mobilizando os jovens a refletir em temas relacionados à indústria de forma positiva e criativa.