BALANCED SCORECARD: COMO TORNAR A SUA EMPRESA MAIS VALIOSA PARA O MERCADO

Profissionais de várias áreas empresariais juntaram-se em torno da temática

A segunda sessão do Ciclo de Workshops “Medir para Gerir num Mundo Digital” teve lugar no passado dia 23 de maio e contou com o autor da publicação “Balanced Scorecard para PME”, Dr. João Russo. O especialista na área e gestor de profissão, apresentou esta ferramenta de gestão de desempenho, concretizando a sua aplicação nos mais variados setores empresariais.

E podemos implementar o BSC em qualquer empresa ou organização, pergunta o leitor. Sim, é a resposta. Mas não sem antes levar a cabo uma detalhada análise estratégica que pode culminar na revisão da missão e visão que representa o negócio. Avaliada a maturidade da empresa é altura de descrever a estratégia enquadrando-a em objetivos, pelas quatro perspetivas usadas comummente no BSC: clientes, financeira, processos internos e crescimento/aprendizagem. Passamos então aos indicadores, construindo através dos mesmos as métricas que permitirão medir para gerir. Por fim, e face a essas mesmas metas, são hierarquizadas as iniciativas estratégicas que possam ter impacto relevante nos objetivos. Neste ponto, entra o tratamento da informação digital [Business Intelligence] que será basilar para constatar o estado real da empresa.

Está apresentado o BSC, assim de forma resumida para que se perceba a sua simplicidade conceptual alertando, por outro lado, para a sofisticação e profundidade percetíveis no seu manuseamento. Esta metodologia – desenvolvida pelos professores da Harvard Business School, Robert Kaplan e David Norton, em 1992 – tem sido aclamada como uma ferramenta de implementação e monitorização de estratégia, com altos níveis de permissão para alinhar e avaliar o desempenho das organizações.