Objetivo nº 13 – Ação Climática

Objetivo nº 13 – Ação Climática

Curiosidades:

– Devido à falta de chuvas, todos os anos 2000 km2 de território se transforma em deserto;
– Em média, cada europeu produz 1 kg de lixo diariamente. Por ano, produzimos um peso equivalente a 4 000 torres Eiffel em resíduos de embalagens;
– A Europa acolhe apenas 7% da população mundial, mas usa 20% dos recursos mundiais em termos de fibras, alimentos, energia e tratamento de resíduos.

Com o objetivo geral de conservar e usar de forma sustentável os oceanos, mares e os recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável, este ODS tem como principais metas:

– Reforçar a resiliência e a capacidade de adaptação a riscos de causas naturais em todos os países;
– Integrar medidas nas políticas, estratégias e planeamentos nacionais relacionadas com as alterações climáticas;
– Promover a consciencialização, educação e capacidade humana e institucional sobre as alterações climáticas;
– Mobilizar 100 mil milhões de dólares por ano dos países desenvolvidos, a partir de 2020, de forma a responder às necessidades dos países em desenvolvimento (Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas);
– Operacionalizar o Fundo Verde para o Clima;
– Promover mecanismos para o planeamento e gestão, nos países menos desenvolvidos, no que respeita às alterações climáticas.

A preocupação com as alterações climáticas tem vindo a ser um tema de extrema importância na sociedade atual. Desta forma foram desenvolvidas normas específicas que permitem ajudar as organizações a adaptarem-se a esta realidade e a mitigarem os impactos negativos que as suas atividades promovem ao meio ambiente.

A família ISO 14000, nomeadamente a ISO 14001:2015, confere às organizações ferramentas práticas para essa gestão ambiental nas áreas de sustentabilidade, responsabilidade social da organização, melhoria do desempenho ambiental, impacte ambiental na cadeia de valor e envolvimento das partes interessadas.

Porém existem outras normas igualmente importantes e contribuem para este objetivo, como por exemplo a ISO 14064 – Responsabilidade e Verificação de Gases Efeito de Estufa, a ISO 14080 – Gestão dos gases de efeito de estufa e a ISO 14067 – Pegada de Carbono dos Produtos.