Objetivo nº 4 – Educação de Qualidade

Objetivo nº 4 – Educação de Qualidade

Curiosidades:
– 80% dos adultos são alfabetizados;
– Em 2016, 8% da população portuguesa não tinha qualquer nível de escolaridade.

Com o objetivo geral de garantir o acesso à educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos, este ODS tem como principais metas:

Até 2020:
– Ampliar o número de bolsas de estudo para os países em desenvolvimento.

Até 2030:
– Garantir que todas as crianças completem o ensino primário e secundário que deve ser de acesso livre, equitativo e de qualidade;
– Garantir que todas as crianças tenham acesso a cuidados e educação pré-escolar;
– Assegurar a igualdade de acesso à educação técnica e profissional entre géneros, incluindo os mais vulneráveis;
– Garantir que todos os jovens e uma substancial proporção dos adultos sejam alfabetizados;
– Garantir que todos os alunos adquiram conhecimentos e habilidades necessárias para promover o desenvolvimento sustentável;
– Construir e melhorar as instalações físicas para educação;
– Aumentar o contingente de professores qualificados, especialmente os países menos desenvolvidos

De forma a melhorar os processos e a qualidade das organizações de educação têm vindo a ser criadas normas e regulamentos importantes que permitem responder às necessidades e expetativas das suas partes interessadas principalmente de alunos e formandos, encarregados de educação, educadores e formadores, empregadores e sociedade.

Salientamos aqui a ISO 21001 – Educational organizations — Management systems for educational organizations — Requirements with guidance for use, desenvolvida precisamente com intuito de contribuir para uma educação inclusiva e equitativa promotora da responsabilidade social, compromisso com as práticas da gestão da qualidade e estímulo à excelência e inovação.

Existe ainda o EQAVET, o Quadro de Referência Europeu De Garantia da Qualidade para o ensino e a formação profissionais, um instrumento preparado para a promoção e monitorização dos sistemas de ensino e formação profissional, comprovando o trabalho diário que estas organizações desenvolvem para garantir as melhorias contínuas dos seus serviços.

Pode ainda ser realçada a norma NP 4512:2012 – Sistema de gestão da formação profissional, incluindo aprendizagem enriquecida por tecnologia.