Portugueses estão a produzir cada vez mais lixo mas também a reciclar mais

Portugueses estão a produzir cada vez mais lixo mas também a reciclar mais

Dados revelam o panorama português ao nível dos resíduos

Cada português produziu em média 464kg de resíduos em 2015, totalizando 4,8 milhões de toneladas. A publicação ESTATÍSTICAS DO AMBIENTE do INE, relativa a 2015, revela que esta foi a segunda maior quantidade de resíduos produzidos dos últimos cinco anos. A indústria teve menos resíduos mas mais perigosos, tendo gerado 8,2 milhões de toneladas, representando uma quebra de 16,3% relativamente a 2014.

De referir ainda que os resíduos direcionados para reutilização e reciclagem atingem 36% do total, o que configura um aumento de 15% desde 2011. A recolha seletiva estava nos 16,2% do total da recolha do lixo e teve um crescimento de 22% tendo sido geradas 1,6 milhões de toneladas de embalagens, das quais 60% foram valorizadas.

Estes factos, aliados à entrada em funcionamento de novas instalações de tratamento mecânico e biológico, ajudam a explicar o referido aumento da reciclagem, indo ao encontro da Diretiva-Quadro Resíduos, cuja meta estipulada para a taxa de preparação de resíduos para reutilização e reciclagem é de 50% em 2020.