ISO 45001 – Sistemas de Gestão de Saúde e Segurança no Trabalho

ISO 45001 – Sistemas de Gestão de Saúde e Segurança no Trabalho

Esta é a primeira norma mundial relativa às questões da saúde e segurança no trabalho.

A nova norma ISO 45001 – Sistemas de Gestão de Saúde e Segurança no Trabalho foi publicada esta segunda-feira, dia 12 de março. Esta norma, dirigida à gestão de topo das organizações, tem por fim garantir locais de trabalho seguros e saudáveis para os trabalhadores e visitantes.

De acordo com dados recentes da Organização Internacional do Trabalho (OIT), ocorrem anualmente 2,78 milhões de mortes devido ao trabalho. Isto significa que, todos os dias, perto de 7700 pessoas morrem como consequência de doenças e acidentes profissionais. Mas, para além disso, o impacto económico da falta de investimento na saúde e segurança no trabalho é, de acordo com o Diretor Geral da OIT Guy Ryder, aproximadamente igual ao PIB combinado dos 130 países mais pobres do mundo.

É assim crítico que todas as organizações considerem de extrema importância a implementação de medidas consistentes e planeadas para salvaguardar a saúde e segurança dos seus trabalhadores, sendo um excelente indicador a forma empenhada e dedicada de cerca de uma centena de especialistas na elaboração de uma norma consensual mundialmente e a elevadíssima taxa de aceitação dos seus requisitos por parte dos países subscritores.

Para as organizações que já têm implementada a OHSAS 18001, será necessária uma nova reflexão para preparar a transição para nova ISO 45001 já que se prevê não serem feitas novas atualizações à OHSAS 18001, caindo esta a médio prazo em desuso.

Assim, existem várias diferenças entre as normas mas a grande diferença centra-se no seguinte: a ISO 45001 concentra-se na interação entre a organização e o seu ambiente de negócio enquanto que a OHSAS 18001 estava focada na gestão dos riscos de segurança e saúde ocupacional e outras questões internas. De facto, a ISSO 45001 está focada nos processos e não nos procedimentos (OHSAS 18001), sendo dinâmica em todas as cláusulas, considerando não só os riscos, mas também as oportunidades e considerando também a visão das partes interessadas.

As diferenças entre ambas evidenciam a mudança significativa na forma como a gestão da saúde e segurança é percecionada, passando a ser vista como parte integrante do funcionamento regular da organização. Dado que a ISO 45001 está construída de acordo com o Anexo SL, mantém a estrutura de alto nível comum às restantes normas de sistemas de gestão (como a ISO 9001:2015 e 14001:2015), o que permite uma implementação muito mais simples, completando as lacunas do sistema.

Podemos ajudar? Temos uma equipa experiente e especializada nas áreas adjacentes à gestão da qualidade e ambiente, implementação, manutenção e auditorias a sistemas de gestão. Fale connosco.